Curitiba também é turística.

Paço Municipal - Curitiba. Foto: Orlando Kissner/SMCS
Paço Municipal – Curitiba. Foto: Orlando Kissner/SMCS

Curitiba sabe ser grande. A capital paranaense é bem-sucedida em combinar desenvolvimento e modernidade à preservação de sua história e seu verde. E por isso exibe um roteiro turístico repleto de grandiosos parques, prédios históricos e museus, memoriais dedicados às diversas culturas imigrantes e uma vida noturna animada e diversificada. Tudo é interligado e acessível de ônibus, num sistema de transporte inteligente do qual os curitibanos se orgulham, com razão. Uma linha turística para em 25 pontos de interesse para os visitantes.

Parque Tanguá - Foto Setur PR
Parque Tanguá – Foto Setur PR

São muitos os cartões-postais de Curitiba. Dos parques, o mais conhecido é o Jardim Botânico, com sua estufa em estrutura metálica que abriga espécies da flora nacional. A área abriga jardins franceses e um mata nativa que pode ser conhecida por trilhas. O Tanguá é outro exemplo de cenário belíssimo que vale a visita. Criado onde um dia funcionaram duas pedreiras, unidas por um túnel por onde passa um lago, seu pórtico de entrada tem mirantes para a mata e para a cidade, além de um espelho d’água com fontes que rendem belas fotos. E o extenso Barigui é convidativo para caminhadas à beira do lago, por suas pontes e trilhas.

O Centro Histórico, que pode ser conhecido a pé, é uma coleção de pontos interessantes para quem gosta de cultura. Marco zero da cidade, a Praça Tiradentes abriga a Catedral Basílica Nossa Senhora da Luz e é vizinha de atrativos como o Paço da Liberdade, um centro cultural mantido pelo Sesc que funciona na sede da antiga prefeitura e preserva arquitetura neoclássica e desenhos art-nouveau. Ali perto estão ainda o Mercado das Flores e a Praça Santos Andrade, onde ficam o Teatro Guaíra e o prédio histórico da Universidade Federal do Paraná.

Largo da Ordem - Centro antigo de Curitiba
Largo da Ordem – Centro antigo de Curitiba – Foto Setur PR

A região do Largo da Ordem também é referência do setor histórico por reunir espaços culturais, bares e restaurantes num cenário de arquitetura colonial preservada. A área concentra o Memorial Curitiba, o famoso Bar do Alemão, o Solar do Rosário, com galeria de arte e restaurante, a igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Chagas, a mesquita Iman Ali, o Relógio das Flores e o imperdível Museu Paranaense, que tem uma curiosa sala dedicada ao ciclo da erva mate. A região ainda recebe nas manhãs de domingo uma grande feira de artesanato e antiguidades.

Outros cartões-postais se somam à coleção de Curitiba. O museu Oscar Niemeyer é um espaço para passar uma bela tarde, seja apreciando as exposições temporárias ou curtindo seu vasto gramado, que virou ponto de encontro de jovens curitibanos. Já a Ópera de Arame é um clássico da capital paranaense. No entanto sua estrutura está fechada temporariamente para obras e é possível apenas conhecer sua fachada.

Museu Oscar Niemeyer
Museu Oscar Niemeyer – Foto: Setur PR

Vale ainda fazer a ronda nos memoriais dedicados aos imigrantes que povoaram o Paraná: o Bosque Alemão é outro cartão-postal famoso da cidade, com seu pórtico que lembra a fachada de um palacete. Já o belo memorial ucraniano exibe uma réplica da Igreja de São Miguel na Serra do Tigre, em Mallet, com telhas de pinho e cúpula de bronze. Há ainda os memoriais polonês e árabe e a praça do Japão.

Já os italianos têm um bairro inteiro para celebrar sua presença em Curitiba. E com comida boa. O Santa Felicidade é roteiro obrigatório aos que gostam de mesa farta. Delicie-se nos restaurantes monumentais da Avenida Manoel Ribas. A região ainda concentra lojinhas de artesanato, empórios e vinícolas, com degustação.

Portal de Santa Felicidade - Foto Setur PR
Portal de Santa Felicidade – Foto Setur PR

Com informações: UOL Viagens

Relacionados

Deixe uma resposta

Publicações Recentes

Atleta brasileira viaja a Komodo para reforçar discurso mundial pela preservação dos oceanos

Atleta Roberta Borsari visitará o Parque Nacional, que será fechado em breve devido aos riscos à biodiversidade Patrimônio Mundial da Unesco desde 1991, o Parque...

No Topo do “Velho Mundo”.

Jungfrau Railway: a ferrovia que leva visitantes ao chamado Topo da Europa. Ela conecta alguns dos pontos turísticos mais famosos dos Alpes e também...

Promoção da MSC para a próxima temporada de cruzeiros: o segundo hóspede não paga!

A MSC lançou uma nova promoção para sua próxima temporada brasileira, a 2016/2017. Além do dólar congelado, o passageiro brasileiro contará com o segundo...

Tipo